A mulher que leva o assunto saúde a sério em Piracicaba

0
gratidão a Ana Pavão
Veradora Ana Pavão e Raquel Moreno, em um bate-papo descontraído no gabinete da Câmara de Vereadores em Piracicaba

Há alguns anos, sempre ouvi falar sobre Ana Lúcia Pavão, também conhecida como a “Ana do Cana”, que sempre se dedicou e aliou sua profissão de Assistente Social com a paixão de ajudar ao próximo.

DIA DAS MULHERES

Eu a conheci em um evento, em homenagem ao dia das mulheres, promovido pelo CPI/9 – Comando de Policiamento do Interior 9 – Piracicaba e logo nos primeiros segundos de conversa ela me disse com todas as letras: “Eu amo a Polícia Militar”, ela não sabia nada sobre mim e nem porque eu estava ali, mas ouvir essa frase me fez acreditar o quanto ela era especial.

Embora ela não seja membro da Corporação, relacionamento este, que só vim a ‘desvendar’ quando decidi perguntar quem era aquela mulher que eu conversava, e ao saber, pude ter uma segunda boa sensação e desde então ela nunca me esqueceu, sempre sensível e amorosa, me trata sempre bem.

Ana Pavão, e nem é difícil provar – basta dar uma “googada”, são incansáveis menções ao nome dela, sempre engajada com ações promovidas em prol da saúde, nunca me esqueço de uma ação promovida pelo Hospital Fornecedores de Cana (HFC) em 2014, onde superheróis “interromperam”, por um motivo muito especial, e surpreenderam por rapel e pela janela, pequenos pacientes, também Heróis na luta contra o câncer, ação essa feita por voluntários e lá estava a Ana, também, na organização disso.

CINOTERAPIA

Opto por dar atenção aos projetos de longa data, para que o texto não pareça “politiqueiro”, mas em 2015 outra linda ação envolvia Ana Pavão, a “Cinoterapia”, terapia assistida por cães, também vinculado ao Hospital Fornecedores de Cana (HFC), que deu vida não só aos corredores e quartos do hospital, mas também com visitas ao Lar dos Velhinhos e Clínica Dia.

Ana sempre ajudou a Polícia Militar como pôde, e todas as histórias de alguém da Corporação precisando de algum apoio, lá esteve ela em “QAP e QRV”, eu tenho argumentos fortíssimos para falar sempre bem da Ana Pavão, são histórias voltadas ao outro: o que o outro fez, como fez, por que fez e por que isso merece atenção, envolvimento e reconhecimento.

A mulher que leva o assunto saúde a sério em Piracicaba 1
#PraCegoVer Foto do dia internacional das mulheres, somos quatro mulheres na foto e um homem, eu estou no canto esquerdo e Ana é a terceira da esquerda para direita. Fim da Descrição.

Isso mexe demais comigo, tento deixar aqui a formalidade de lado, para ser igualmente sensível, pessoal e amorosa com a história de pessoas que sempre fizeram o bem, afinal Ana Pavão no período de 2021 a 2024 será uma representante do povo piracicabano, mais que isso, está à frente de uma empreitada ainda maior, cheia de comprometimento, seriedade e dedicação.

Ana Pavão sempre construiu iniciativas de sucesso, ajudar ao próximo está na sua essência, e com isso, além da gratidão compreendi, que em suas trajetórias voltadas ao bem, que estou no caminho certo, lutando sempre pelo que é justo, para uma construção de uma cultura da paz, onde cada uma faz a sua melhor parte.

Essas histórias e relatos sobre a Ana Pavão, ainda é possível aprender, portanto, que essa cultura sobre ajudar, tão difundida e tão pouco posta na sua verdadeira prática e essência, nos mostra o poder de multiplicar o bem, o amor ao próximo, a empatia e capacidade extrema em se colocar no lugar do outro.

Gratidão Ana Pavão, apenas por ser quem é!

Raquel Moreno – Ativista da Causa Surda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui