AMEAÇA | Adesão a greve trouxe prejuízos aos servidores de Piracicaba

Adesão a greve trouxe prejuízos aos servidores de Piracicaba
Imagem reprodução

Ameaça formal do Sindicato sobre orientação aos servidores, em especial da saúde e educação, para que se recusem a fazer horas extras, com intuito de prejudicar a população, diz nota

Com a não aceitação do Sindicato, o próximo passo será a distribuição da ação de dissídio coletivo para órgão especial do TJ-SP.

Publicidade

Em nota oficial, a Prefeitura de Piracicaba, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), informou que o Sindicato dos Trabalhadores Municipais segue intransigível nas negociações e não aceitou acordo em audiência de conciliação, realizada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), nesta última sexta-feira (08). Desta forma o valor de reajuste proposto pela Prefeitura ainda não ocorrerá.

Servidores Municipais fiquem atentos

A Prefeitura informa que a adesão à greve traz prejuízos aos servidores, e não ao Sindicato, uma vez que descontos de dias parados e a perda de benefícios ocorrerão na folha de pagamento dos servidores.

Na audiência constou em ata ameaça formal do Sindicato sobre orientação aos servidores, em especial da saúde e educação, para que se recusem a fazer horas extras, com intuito de prejudicar a população.

A Prefeitura afirma que tomará todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis para que a população não seja ainda mais prejudicada por uma greve que já foi decretada como abusiva pela justiça.

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui