O LULA TÁ ON???

Lula está LIVRE, sim – se foi “INOCENTADO“, porém sem citar a inocência, o ministro do STF Edson Fachin entendeu que o Sergio Moro não tinha competência para julgar Lula, por isso, as condenações de Lula estão anuladas.

Neste meu raciocínio, NÃO insinuo, por exemplo que devemos ser INTOLERANTES, desde que eu apresente ou combata com argumentos racionais, além de manter em “xeque” à opinião pública, ao invés de simplesmente suprimi-la.

Por isso, me reservo em nome da TOLERÂNCIA, o direito de não tolerar o INTOLERANTE, mas me parece que a CORRUPÇÃO não está de quarentena, diante da maior crise já vivida por uma geração inteira, ainda recebemos a notícia de que Lula passa a ser elegível?

LUTA DO BEM CONTRA O MAL

Nunca em um país houve um assalto tão grande aos cofres públicos, assalto esse, devastador e desmontado pela Lava-Jato, a corrupção no Brasil é um tema bastante complexo e eu não entendo tanto assim de política, parece uma espécie de luta do bem e contra o mal, na minha opinião só existe o corrupto porque existe o corruptor.

PROVAS

As provas acumuladas de seu envolvimento em crimes de responsabilidade, não bastaram para assegurar sua condenação em juízo e quem diz que só aos eleitores cabe julgar, não compreende as premissas do presidencialismo e não leva a Constituição a sério, o governo Lula fraudou a vontade dos brasileiros, um presidente avesso ao trabalho, avesso aos estudos, desatento aos negócios do Estado, sempre se mostrou inapto para o cargo que exerceu e que o povo brasileiro acreditou.

ESTAMOS NO FIM DA LAVA-JATO?

Uma operação que mobilizou paixões, mas que não evitou esses retrocessos e esses recuos, ela deveria ter avançado e dar caráter ao combate à corrupção, na minha opinião o combate a corrupção deve ser neutro e não deve ter partido.

Lembrando do Poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto, autor do livro Morte e Vida Severina, me pergunto agora se a Lava-Jato morreu de morte morrida ou morte matada?

Para uma operação deste nível acabar de morte morrida, levaria anos e anos, pois há muito trabalho a ser feito, já de morte matada, rodeada de interesses pelo seu fim, seria a lógica. Com anulação e Lula voltando a ser elegível a Lava-Jato morre com uma bala só – CERTEIRA, pura emboscada, a operação sofreu e sofrerá ainda mais emboscadas, esqueceram de reforçar o seu legado e por isso caiu em esquecimento.

Uma operação que não caiu do céu, foi trabalho árduo, não foi inventada, foram procuradores e juízes federais trabalhando sem fim, foi um processo histórico e levou um amadurecimento grande do sistema de corrupção do Brasil.

E reforçando o que Rodrigo Janot disse: “Enquanto houver bambu, lá vai flecha”, tem muito bambu ainda e muita flecha sendo confeccionada, o que me parece é que a Lava-Jato virou grife, e caímos nos braços de paixões de toda ordem, impedindo o bom senso de agir de forma racional.

Finalizo dizendo que o Brasil precisa avançar, sem individualismo e exibicionismo, com racionalidade, justiça, art. 1º da Constituição Federal – O PODER EMANA DO POVO, não haverá República, Estado de Direito e justiça social se não vencermos esse bom combate.

Raquel Moreno – Ativista da Causa Surda

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui